quarta-feira, 28 de maio de 2008

Charla de domador - Luiz Marenco -



Voltando a ativa, com esse desenho feito com lápis 6B sobre
Papel Canson A3. E agora "completo" com essa maravilha de música
do Luiz Marenco. (foto original de Eduardo Amorin)

Charla de Domador
Gateado e mouro, pangaré e lobuno
Tordilho e baio me criei domando
Qualquer é bueno quando tem comando
Ninguém é mestre se não tem aluno
Quem doma sabe aprendeu com o potro
Maestro rude desta lida braba
Só existe um jeito de evitar a baba
Em lua nova não se enfrena potro
Bocal e rédeas maneador carona a cincha o basto e o
pelego branco
O jeito lindo de alargar o tranco e anca macia pra
levar a dona
Domar e ciência mas precisa raça garrão de touro pra
enfrentar a lida
Nesta carpeta onde se joga a vida não vendem fichas
para jogar de graça
Buçal cabresto tirador chilena
Sinchão de pardo e o garrão borraio
Um mango feio pra surrar cruzado
E uma de canha pra espantar as penas
O brabo mesmo até parece farra
Pro andarengo tu nem sabe quanto
Depois de tudo envelhecer domando
Sem ter um flete pra soltar as garras

Um comentário:

Apaysanado disse...

Gostei muito desta gravura!!!
Parece o Baigorra da Paineiras nos tempos de moço,surrando um gateado ruivo com um pala corralero........
Parabéns pela técnica e pelo talento!!!